terça-feira, 23 de outubro de 2007

Nós não conhecemos a vida.

Podemos ter uma ideia de que amanhã vamos acordar, comer qualquer coisa, correr para o trabalho. Ou que vamos ficar em casa, ligar o pc, ir ao messenger e combinar programas apetitosos com os amigos...e por aí fora...



E vamos vivendo assim...vão passando dias assim, semanas, meses, anos. Somos mais ou menos felizes em certas alturas. E "prontes".



Mas há pessoas que conhecem a sua vida. Vivem a saber que amanhã podem não estar cá para correr para a m**** do trabalho.

Há pessoas que são bombas relógios...que o que há nelas pode acabar amanhã...ou então já hoje.

E como vivem essas pessoas? Acho que bem melhor que nós, porque dão valor ao sol que sentem na pele, ao ar que respiram, ao bonito seu azul que vêem... às pessoas que as abraçam, e que gostam de estar com elas. Não rejeitam um carinho, não partem corações.



No dia em que partem sabem que aproveitaram a vida da melhor forma possivel... E nós?

Aproveitamos?Quantas vezes não dissemos uma coisa bonita com medo? Quantas vezes rejeitamos um carinnho por teimosia? Quantas vezes rejeitamos um chocolate? Quantas vezes não demos aquele passo...?



Faz sentido não aproveitar a vida com medo das consequências? se pensarmos que podemos não estar cá depois para sofrer com isso...faz todo o sentido aproveitar a vida.



Deixemos todos de medos...mesquinhices e merdices.

Vamos viver a vida...como se não houvesse amanhã.

Um exagero...de qualquer forma fica a ideia.

1 comentário:

3a disse...

tens tanta razão, e penso da mesma forma. apesar disso, tb eu me esqueço de aproveitar o cheiro da chuva, o sol inesperado, a senhora simpática que me disse bom dia no metro. quando me lembro, reformulo tudo outra vez. tento pôr as coisas más em perspectiva, pq no fundo sei que tenho uma vida abençoada. mas às vezes esquecemo-nos, e não devíamos esquecer nunca.
*