terça-feira, 29 de agosto de 2006

Aquele brilho

Existem pessoas que têm aquele brilho...
É algo especial que nos faz querer ouvi-las, respietá-la e admirá-las.Não é uma coisa que se ganhe ou conquiste...mas é algo que se perde.
Perde-se quando nos deixamos levar pela rotina e monotonia.
Perde-se quando perdemos os nossos sonhos, por muito estúpidos que sejam.
Demorei algum tempo a encontrar um conceito que fosse adequado a este brilho. Tenho esta necessidade de colocar rótulos nas coisas. Não que seja uma pessoa organizada, antes pelo contrário. Não é bem um rótulo, é mais um post it. Fácil de ver, fácil de remover e muito fácil de perder. Mas divagações sobre rótulos de parte. Encontrei este nome: glosoli. E por curiosidade fui ver o que era... glowing soul. Fiquei feliz porque era exactamente isso que definia esse conceito de brilho que tinha na minha mente.

Sem estar necessariamente relacionado aqui fica este poema...

Vento no rosto
À hora em que as tarde descem,
noite aspergindo no ares,
as coisas familiares
noutras formas acontecem.
...
...
...
Apetece acreditar,
ter esperanças,confiar,
amar a tudo e a todos.
António Gedeão

Sem estar necessariamente ligado aqui fica esta imagem..até porque o que estar ligado quer dizer, nos dias que correm, é muito relativo.

5 comentários:

Mónica disse...

respeitá-la

tu tens "aquele brilho"

rui-son disse...

A vida tira-nos o brilho. Por isso mesmo ver pessoas que mantém esse brilho apesar de tudo "É algo especial que nos faz querer ouvi-las, respietá-la e admirá-las."

Entendo-te bem.

Patrícia Belchior disse...

A vida pode tirar o brilho...mas podemos mantê-lo! Basta querer:)

Patrícia Belchior disse...

Mónica! Tenho que te dizer que sabes bem que tens aquele brilho! Bjos da Pixaxa
Eu e os brilhos...já ao dudu decidi a ensinar a dizer LUZ!Lembras-te?:)

Mónica disse...

lembro! e tenho razão LOL